quinta-feira, 1 de outubro de 2009

ALDEMIR BISPO,CONTA A TRAJETÓRIA DE F. CAVALCANTE


A voz e o talento.

Nascido em 23 de Fevereiro de 1946, em Manaus o radialista Francisco Cavalcante, (F. Cavalcante, como ficou conhecida a sua marca) é um dos maiores destaques da comunicação radiofônica Amazonense.Seu começo no rádio foi em 1969, na mais antiga emissora do Amazonas a PRF 6, rádio Baré, integrante da rede dos diários associados e, também da empresa dona do jornal do Comércio o mais antigo de Manaus, que circula até hoje.Em 1971, F. Cavalcante transferiu-se para a rádio Difusora, onde construiu uma carreira brilhante. Foi lá que ele fez enorme sucesso, com o "Grilo da Paróquia"; termo usado no popular e classificado como gíria, naqueles anos de paz e amor da revolução cultural, principalmente na música, iniciada na Inglaterra e que invadiu quase todo o planeta.Para os padrões daquele tempo, ele era um revolucionário no rádio; eu fui um dos seus ouvintes assíduos. Esperava o término da resenha esportiva da rádio, para ficar ligado na sua comunicação moderna e cheia de termos novos; isso sem esquecer da voz marcante, grave, explosiva e coerente, com o estilo do programa; foi nele que ouvi os primeiros "hits" de "Rock Pauleira", expressão muito usada na década de 70.O tempo foi passando como a normalidade confere e o locutor virou uma mania na cidade; lançou em 1980 o baile "E...Éramos Todos Jovens" que rodou Manaus com discos gravados numa seleção dos melhores da jovem guarda, Rock e pop; combinando também inserindo as músicas românticas nacionais e internacionais. Foi assim que F. Cavalcante abriu o caminho para outros seguirem o mesmo rítimo, espalhando-se então os eventos desse porte na capital do Amazonas.Não contendo sua inquietude positiva, criou o "For Manking Love" em 1985; outro baile e programa, que marcou seu nome para sempre. Lotou clubes nos finais de semana fazendo romance e envolvendo as novas gerações que lhe favoreciam com uma audiência espetacular. Adolescentes e um público diverso, sabiam que esse conteúdo tinha uma liderança; as tardes de Manaus se completavam na mídia com o programa; as lojas do comércio da "Zona Franca" ainda muito fortes na economia "Manauara", tinham seu sistema de som ligados na atração do rádio local e quase não se ouvia outra emissora. Era uma audiência esmagadora, voltada para a rádio Difusora FM.
No ano de 1992 F. Cavalcante saiu da poderosa Difusora e foi ser diretor de produção e programação da rádio Você FM, já extinta; foi um acontecimento! todos já tinham ligado a sua marca às transmissões pela segunda emissora mais antiga de Manaus ou do Amazonas inteiro.Lembro que em 1993 em Maués, vi um vendedor na "Festa do Guaraná", tradicional naquele município, tocando e comercializando fitas K7, com as gravações das traduções de músicas de sucesso no idioma inglês, com a possante voz do ídolo do rádio em nosso estado. Era febre por aqui.Uma crise na rádio Você, que foi arrendada pela igreja Universal, fez parar o projeto dentro da empresa e F. Cavalcante voltou para a Difusora em 1996. A competição por horários o levou por forças alheias à sua vontade, ao horário após a zero hora até as três da madrugada. Um pecado contra um radialista capaz de aumentar o fluxo de audiência em qualquer emissora daqui e, não tenho dúvidas, que poderia ser fora dos nossos domínios também. O horário nobre perdeu a força que tinha, deixando uma peça fundamental de fora. Coisas de bastidores e influências que não podemos questionar. Os interesses comerciais quem sabe, seja a explicação pouco ou quase nada compreensível; porque em termos de capacidade e qualidade, não se discute. Sou ouvinte de rádio há décadas e poucas vozes conheci nesse longo tempo tanta qualidade e caracteríticas iguais a dele. Até hoje seu estilo é fácil de aceitar porque não houve mudanças positivas que o deixe de canto. Muito pelo contrário! Sua capacidade inegável em conjunto com o conhecimento de vários gêneros musicais, lhes dão méritos inquestionáveis.O que tento expor nesse texto simples é pouco, diante da história vitoriosa desse ícone da comunicação "baré", que junto à tantos outros, reputo como um dos melhores de todos os tempos nesta região.Os meus ídolos continuam os mesmos e as aparências não enganam não! A inspiração na letra da música de Belchior "Como os nossos pais", serve para evidenciar a minha opinião, sobre o nosso qualificadíssimo F. CAVALCANTE.Para completar, a frase bordão do saudoso locutor esportivo Waldir Amaral: "Quem é bom já nasce feito".Vejam o blog do F. Cavalcante, clicando no link:http://fcavalcantemanaus.blogspot.com/

5 comentários:

  1. Senhores, Carlos Amorim e F.Cavalcante.

    Apesar de revisar o texto o apressado comete erros; nada justificável; o corre-corre diário me deixa sem a dose necessária de atenção para não permitir muitas aberrações inaceitáveis.

    Em se tratando do que foi postado no blog do F. Cavalacnte, já fiz algumas correções no meu blog; pois dei a mancada de não deletar os equívocos que segue; o Carlos não teve culpa e copiou para reprodução por aqui.

    ...Um plágio ou inspiração na letra (de) -- o "d" não deletei -- DA MÚSICA DE BELCHIOR,-- e não deveria ter deixado também os dois pontos.

    DEVERIA TER FICADO ASSIM:

    ...UM PLÁGIO OU INSPIRAÇÃO, NA LETRA DA MÚSICA DE BELCHIOR, "COMO OS NOSSO PAIS", serve para evidenciar a minha opinião sobre o nosso qualificadíssimo F. CAVALCANTE.

    Ninguém merece tropeços assim. Veja no meu blog a correção e substitua por favor Amorim.
    Desculpe, tenho vacilado muitas vezes. Vou ficar mais atento.

    Abraços ao grande ídolo F.CAVALCANTE.

    Belo trabalho Carlos Amorim.

    ResponderExcluir
  2. Nossa senhora da falta de atenção! Cometi erros imperdoáveis de digitação até quando tentei corrigir.
    Aos senhores do conselho podem malhar! Eu mereço. Não tem justificativa plausível.

    Exemplos:

    ...e poucas vozes conheci nesse longo tempo (FALTOU: Com ) Tanta qualidade...

    E no comentário em letras maiúsculas:
    ...COMO OS NOSSO ( O "S" EVAPOROU? )

    PURA FALTA DE ATENÇÃO MESMO!

    Nos últimos tempos tenho cometido tropeços em digitadas rápidas, que seriam necessárias várias revisões para não ocorrer mancadas assim.

    ResponderExcluir
  3. f cavalcante, qual é a sua musica preferida que você sempre tocava no seu programa (FOR MAKING LOVE) era sempre a primeira musica , queria ouvir ela de novo ,eu nao sei quem canta mais é uma voz bem suave de um homem muito encantador.Se for possível mande a letra e o nome do cantor para o meu e-mail ketlem_fadilha16@hotmail.com

    ResponderExcluir
  4. F. Cavalcante sempre será o meu ídolo. Apesar da pouca idade na época, eu caía no embalo da minha irmã, que é uma romântica assumida e, naquele tempo, eu com meus 5, 6 anos de idade já apreciava aquela bela voz, que ouvi até a adolescência! Hoje, não mais vivendo na cidade de Manaus (me mudei há 12 anos), me pego relembrando aqueles velhos e bons tempos, que, infelizmente, não voltam mais! Obrigada por me fazer "viajar" ao som da sua voz maravilhosa! Saúde, paz e muita luz. Um forte abraço da sempre ouvinte, Glenda Michelle - Rio de Janeiro - RJ.

    ResponderExcluir
  5. Você esta fazendo muita falta F!!!
    Alex Batista. Abss

    ResponderExcluir

obrigado pelo comentário